Projeto que proíbe uso de amálgama é retirado

Postado por em 22 de Outubro de 2015

O deputado Federal Luiz Nishimori retirou o projeto de lei 654/2015 que proíbe o uso de amálgama dentária, composta por mercúrio, para restauração dentária. A decisão ocorreu após o parlamentar receber a coordenadora geral de Saúde Bucal Rozângela Camapum, acompanhada de Gregory dos Passos Carvalho, assessor parlamentar do Ministério da Saúde e do CD Júlio César Franco de Almeida, do Hospital Universitário de Brasília.

Nishimori analisou a nota técnica apresentada pelo Ministério da Saúde e após conversa com a coordenadora e profissionais  da área de odonto, afirmou que “foi levado também em consideração que na realidade vivida hoje no Brasil há muitos municípios que necessitam utilizar essa alternativa devido ao baixo custo”. Rozângela Camapum reiterou que o mercúrio utilizado na amalgama dentária não é prejudicial aos pacientes.

Histórico – Após a divulgação do conteúdo do PL 654/2015 no Jornal Odonto e o compartilhamento nas redes sociais, quase 80 mil dentistas manifestaram-se sobre a questão. Destacados professores como Paulo Capel, José Antonio Mondelli, Cláudio Fernandes, Maine Skelton, Rodrigo Bueno de Moraes e Maria Celeste Morita, entre outros, forneceram subsídios, ainda no Jornal Odonto e nas redes sociais,  para que os CDs formassem sua opinião sobre a questão, a maioria deles contrária à proposta do PL.

(Fonte: Jornal do Site).